Tags

, , , , , , , , ,

Quem conseguiu entrar no horário de inverno logo de cara e aguentou acordado para assistir à transmissão do Oscar 2012 ganhou de presente uma festa garbosa (como sempre…), com beldades desfilando modelitos que nos deixam de queixo caído, choros e alegrias, derrotas e vitórias. A novidade da 84ª edição do Oscar, maior prêmio do cinema mundial, ficou a cargo da rapidez: nunca antes havíamos visto uma cerimônia tão sucinta, sem os floreios típicos da festa que concede a famosa estatueta dourada.

Entrando no clima da premiação, que causa frisson todo ano e é um deleite para os cinéfilos de plantão, nós garimpamos os traillers dos filmes premiados… Para que você tenha um gostinho do que está passando nos cinemas, e fique animado para assistir a essas pérolas produzidas pelo cinema ao redor do planeta. Afinal, todo mundo merece se divertir em programas culturais da melhor qualidade!

“O Artista”, melhor filme da temporada!

Vencedor do prêmio mais cobiçado da noite, “O Artista” levou para casa o troféu de “Melhor Filme do Ano”! Obra prima reconhecida pela Academia, ganhou também os prêmios de “Melhor Direção” – graças ao excelente trabalho do diretor Michel Hazanavicius –, “Melhor Ator” – pela interpretação impecável de Jean Dujardin, que venceu o Oscar pela primeira vez –, “Melhor Figurino” e “Melhor Trilha Sonora Original”. Quer mais motivos para ir ver o filme mudo, relíquia do cinema contemporâneo?!

“A Invenção de Hugo Cabret”, estreia de Martin Scorsese

Há muito tempo, Martin Scorsese procurava um bom motivo que o convencesse a “fazer” um filme em 3D. Eis que, passados longos anos resistindo à técnica revolucionária, o diretor encontrou o incentivo que precisava: um roteiro original, criativo, merecedor dos seus dotes artísticos. E assim nasceu “A Invenção de Hugo Cabret”. Indicado em 11 categorias, o filme venceu o Oscar de “Melhor Fotografia”, “Direção de Arte”, “Edição de Som”, “Mixagem de Som” e “Efeitos Visuais”.

“A Separação”, melhor filme estrangeiro

Denso e dramático até o último minuto, o iraniano “A Separação” foi eleito o “Melhor Filme Estrangeiro” na cerimônia do Oscar 2012. Vencedor do Urso de Ouro no Festival de Berlim 2011, “A Separação” acumula ainda o Globo de Ouro de melhor filme em língua estrangeira. Merece ser visto!

“A Dama de Ferro”, com Meryl Streep no papel principal

Meryl Streep coroa sua longa carreira com o Oscar de Melhor Atriz pelo filme “A Dama de Ferro”, que conta a história de Margaret Thatcher, lendária ex-primeira ministra britânica. Streep já foi indicada ao Oscar 17 vezes, levando a estatueta duas vezes para casa. A primeira foi em 1980, quando ganhou o prêmio como atriz coadjuvante pela atuação em “Kramer vs. Kramer”. Em 1983, Streep foi eleita a melhor atriz por seu trabalho em “A escolha de Sofia”. “A Dama de Ferro” venceu o Oscar 2012 também nas categorias “Melhor Maquiagem”. Veja o trailler!

“Histórias Cruzadas”

Magistral no emocionante “Histórias Cruzadas”, Octavia Spencer foi eleita a “Melhor Atriz Coadjuvante” na 84ª edição do Oscar. Aplaudida de pé na cerimônia, realizada no Kodak Theater, Spencer chorou muito no palco e agradeceu à sua família e à “família” que ajudou a produzir o drama “Histórias Cruzadas”.

“Millennium – Os Homens que Não Amavam as Mulheres”

Tão comentado desde que estreou nos cinemas, “Millennium – Os Homens que Não Amavam as Mulheres” venceu o Oscar 2012 na categoria “Melhor Edição”.

“Toda Forma de Amor”

Christopher Plummer ganhou o prêmio de “Melhor Ator Coadjuvante” pela interpretação no inusitado e apaixonante “Toda Forma de Amor”.


“Os Descendentes”

Eleito o filme com o “Melhor Roteiro Adaptado”, “Os Descendentes” é estrelado pelo famoso George Clooney. Confira!

“Meia-Noite em Paris”

Dirigido pelo genial Woody Allen, “Meia-Noite em Paris faturou o Oscar de “Melhor Roteiro Original”. Esse filme merece ser visto dezenas e dezenas de vezes…

“Os Muppets”

Esperançosos, nós brasileiros torcíamos por Carlinhos Brown e Sérgio Mendes, que tinham boas chances de trazer para casa um Oscar inédito. Mas a canção “Real in Rio” (feita em parceria com Siedah Garrett), tema da animação “Rio”, perdeu a estatueta para outra bela composição. Quem ganhou o prêmio de “Melhor Canção Original” foi “Man or Muppet”, de Bret McKenzie. A composição está no filme “Os Muppets”.