Tags

, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Fãs reunidos para ajudar a criar o videoclipe do artista preferido. Um artista apresentado em mil facetas musicais. As faces de Noah, retratadas entre Janeiro de 2000 e Julho de 2006. Cerca de mil fotos reunidas em um vídeo que mostra a transformação capilar da bela garota.

Em comum, ideias que parecem bobas, mas geram resultados incríveis, conquistando a atenção de centenas de milhares de pessoas ao redor do mundo.

O primeiro caso citado diz respeito à multicultural SOUR, banda formada por três músicos talentosos e super inspirados. Dispostos a fazer boa música, com som “totalmente confortável, orgânico, urbano” (entre vários outros adjetivos listados no site oficial da trupe), o trio conquistou o ouvido de fãs ao redor do mundo. Provando que a música reúne as pessoas e deixa todo mundo verdadeiramente conectado, de forma quase transcendental, a SOUR selecionou alguns fãs de muitos países ao redor do mundo. A proposta era simples: cada pessoa gravaria uma cena usando apenas sua webcam. No final, todos se juntam para montar um quebra-cabeça que resulta em um videoclipe muito criativo, e sensacional! Dá só uma olhada…

Também usufruindo o poder da música, outro mestre das peripécias audiovisuais soube aproveitar bem seu talento e fama mundial. Estamos falando dos dotes do Mystery Guitar Man, brasileiro radicado nos Estados Unidos. Compondo músicas que surgem de notas tiradas de diferentes instrumentos, Joe Penna investiu seu tempo na criação de uma linguagem inédita. Desde que começou a publicar seus vídeos em um canal no Youtube, arrebatou milhões de visualizações, que garantiram sua notoriedade e renderam um bom patrimônio após anos trabalhando sem ganhar um tostão. Hoje, o “misterioso homem da guitarra” é conhecido mundo afora, e segue produzindo pérolas lançadas na internet.

Descrevendo seu modus operandi, Joe Penna já contou que demora 12 horas para criar os vídeos mais simples, e até 20 horas para criar os vídeos mais complicados. Assistindo aos originais produtos de Penna, parece que tudo não passa de brincadeira. Porém, como você pode perceber, não é bem assim… O vídeo da “Teeny Joe Band” (com quase 2 milhões de visualizações), por exemplo, explicita bem como tudo é pensado nos mínimos detalhes.

Já o que parece ser bem mais simples de fazer, levou pelo menos seis anos para ficar pronto! Sim, seis anos resumidos em cerca de seis minutos. Essa foi a intenção de Noah Kalina, que fotografou seu rosto todos os dias, durante seis longos anos. O resultado é impressionante. Assista!

Daí, até aparecerem produtos semelhantes, foi um pulo. Sem saber se Noah foi o pioneiro, ou se já havia visto material semelhante, o fato é que é possível encontrar diversos vídeos que utilizam o princípio da mesma ideia interessante. Aqui, a menina deixa evidente a transformação de seu cabelo, em 200 fotos escolhidas e apresentadas em uma sequência de 22 segundos. O resultado também propõe um belo retrato da vida.

Enfim, com as novas tecnologias distribuídas de forma democrática entre os usuários, em um mundo onde todos podem dominar os aparatos e as possibilidades oferecidas pelos mesmos, e insights nem tão mirabolantes pululando por aí, é possível ver cada vez mais o poder do compartilhamento de materiais, da interação entre as pessoas ao redor do mundo. Seja aqui, seja na China, é cada vez mais possível inventar novas linguagens, novos meios de nos comunicar.

Assim, na maioria das vezes, vemos a consagração de pensamentos que ultrapassam a mera realização de um projeto. O resultado é o retrato do tempo, junto com a prova de que podemos ultrapassar os limites antigos, de um mundo que tinha apenas algumas poucas possibilidades ao alcance das nossas mãos.

Débora Nobre – Jornalista da Rae,MP