Tags

, , , , , , , , , , , , , , , ,

Nada de comer no McDonald´s. Na África do Sul, bom mesmo é comer na Wimpy’s, tão bom quanto almoçar no Hungry Jack na Austrália.

Ainda estou tentando entender o porquê, mas degustar um bom fast food de uma rede local é sempre melhor do que matar a fome na famosa rede de lanchonetes que tem o palhaço Ronald como mascote.

Pois fiquei super feliz ao ler essa notícia. A tal Wimpy´s lançou uma campanha inovadora e inteligente. Buscando divulgar o fato de que oferece cardápios em braile para atender aos seus clientes, a Wimpy´s produziu carinhosamente 15 hambúrgueres especiais: ao invés de apenas lançar as sementes de gergelim por cima dos sanduíches, formando um desenho aleatório (como em qualquer sanduíche), eles usaram sementinha por sementinha e delicadamente escreveram mensagens em braile, falando sobre o próprio hambúrguer. Depois, procuraram três instituições de apoio aos deficientes visuais e pediram que algumas pessoas experimentassem o lanche.

O resultado não poderia obter maior sucesso. Após a surpresa de entenderem o sentido dos gergelins alinhados sobre o pão, as pessoas aprovaram a ideia e espalharam a notícia por diversos meios. Contar que a Wimpy´s tinha cardápios em braile em suas lojas era só consequência da feliz experiência que tinham acabado de viver.

Assim, 15 pessoas conseguiram atingir outros 800.000 cidadãos que tiveram contato com a história, espalhada por jornais, e principalmente pela internet. Ponto para a Wimpy´s, que conseguiu sabiamente compreender o valor de fazer um gesto que mude a vida das pessoas.

Assista ao vídeo e entenda como funcionou a campanha do fast food sul-africado!

*Texto baseado na matéria publicada no blog da Rae,MP