Tags

,

Mesmo com tantas campanhas de conscientização quanto à importância de mantermos nossa cidade limpa, ainda tem gente que insiste em emporcalhar ruas, parques e avenidas com aquele papelzinho de bala que parece tão inofensivo. Mas não é! Está mais do que provado que, além de tornar o ambiente feio e desagradável, o lixo despejado em qualquer canto acaba indo para os bueiros, entupindo as vias fluviais e causando enchentes estratosféricas. Todo ano é a mesma história, e há pessoas que ainda parecem não ter aprendido com tragédias anunciadas.

Fonte: SuperinteressantePensando em uma maneira simpática de “forçar” os transeuntes a usar a lata do lixo, o movimento Keep Britain Tidy (em parceria com a Sing London, uma empresa sem fins lucrativos) vai fazer uma intervenção muito bem-humorada pela área urbana de Londres, na Inglaterra. A partir do próximo dia 13, o centro da capital britânica vai receber 25 latas de lixo “falantes”.

A estratégia funciona assim: cada vez que alguém joga o lixo dentro dos cestos especiais, um som diferente é emitido para celebrar esse momento sublime de cidadania. De acordo com reportagem da Superinteressante, pode-se ouvir uma salva de palmas, um coral de “Aleluia!” ou versões de grandes clássicos da música, como “I´m singing in the Bin” – em tradução livre, “Estou cantando na lata de lixo” – inspirada na canção “Cantando na Chuva”.

Em algumas latas, celebridades falam direto com o pedestre. A voz da atriz Amanda Holden diz “Sim, faça isso de novo”, enquanto o ex-jogador de críquete Phil Tufnell usa sua expressão típica para comemorar: “Que tal isso!”.

Outras latas são temáticas. Tem o cesto baseado na Royal Opera House; tem ainda a lata “esportiva”, que será colocada no St    John´s Wood, bairro onde fica o estádio de críquete Lord´s Cricket Ground. Em Liverpool, a referência usada para a arte das latas de lixo só poderia ser mesmo os Beatles.

Em dezembro, as lixeiras divertidas vão rodar pela terra da Rainha Elizabeth. Em 2012, elas voltarão a Londres para marcarem presença durante os Jogos Olímpicos.

Vale lembrar que a iniciativa de mudar o comportamento humano com métodos de persuasão bem-humorados já vem sendo colocada em prática há algum tempo. Em 2009, por exemplo, a Volkswagen Suíça fez algumas ações supercriativas em conjunto com o coletivo The Fun Theory. Uma dessas ações pode ser revisitada no vídeo abaixo.

*Texto escrito para o blog da Rae,MP